Fórum Nacional de Mobilização dos Trabalhadores do INSS reafirma indicativo de nova paralisação

Servidoras e Servidores poderão cruzar os braços novamente no dia 08 de dezembro, caso a direção do INSS não atenda a pauta acordada.  

Na noite desta quarta-feira (2), ocorreu o Fórum Nacional de Mobilização dos Trabalhadores do INSS, que reuniu servidores de todo o país. Durante o evento on-line, os trabalhadores ratificaram o indicativo de nova paralisação das atividades para o dia 08 de dezembro, caso a direção do INSS não cumpra as reivindicações emergenciais apresentadas pelos servidores através de abaixo-assinado com cerca de 4 mil assinaturas.

Conforme Thaize Antunes, diretora do SINSPREV-SP e da FENASPS pelo Coletivo Mudança e Renovação, “o que a categoria está pedindo é bastante elementar: a comunicação da parada de sistema pela DATAPREV, o abatimento integral destas paradas na meta mensal e o registro destes abatimentos em tempo real no sistema CASA.” “Não há razão alguma para que a direção do INSS fique protelando o atendimento dessa pauta”, conclui.

Estas reivindicações foram formalizadas à direção do INSS em audiência realizada no dia 14 de novembro, solicitada pelo SINDISPREV-RS, e que contou com a participação de uma equipe de representantes dos servidores que organizaram o abaixo-assinado. Na oportunidade, o presidente do INSS, Sr. Leonardo Rolim, se comprometeu a atender às três reivindicações no prazo de 10 dias.

O prazo, que se encerrava em 23 de novembro, não foi cumprido, e a categoria organizou três dias de paralisação, entre os dias 24 e 26 de novembro. Em resposta à movimentação dos trabalhadores, a DIRAT emitiu comunicado, ainda no dia 26, se comprometendo a divulgar minuta de abatimento das metas até o dia 27 de novembro, e a resolver a comunicação do início e fim das instabilidades de sistema com a DATAPREV até o dia 04 de dezembro.

Até o momento a minuta não foi divulgada, e não há notícias de que estejam encaminhando a informação das paradas de sistema junto à DATAPREV. Conforme havia sido deliberado no Fórum Nacional de Mobilização realizado no dia 26 de novembro, a paralização seria temporariamente suspensa para que o INSS pudesse cumprir os novos prazos, e aprovou indicativo de nova paralização para dia 08 de dezembro se não forem atendidas as reivindicações, o que foi ratificado no Fórum Nacional de Mobilização realizado ontem a noite.

O movimento em torno da pauta do abaixo-assinado têm fomentado outros debates de interesse da categoria. De acordo com Daniel Emmanuel, diretor do SINDISPREV-RS e da FENASPS pelo Coletivo Mudança e Renovação, “em decorrência do movimento, outras reivindicações começaram a surgir na categoria, como a questão das pontuações, da avaliação de desempenho e da estruturação da carreira”. Estes assuntos já estão se tornando objeto de debate para as próximas ações do movimento, conforme também foi aprovado ontem pelo Fórum.

Um novo Fórum deve ser realizado antes do dia 08 de dezembro para que os trabalhadores possam avaliar se o INSS cumpriu, ou não, o compromisso assumido com a categoria, e, caso negativo, definir a deflagração de nova paralisação. Além disso, na semana que vem uma nova equipe deverá estar em Brasília para pressionar a direção do Instituto a atender a pauta dos trabalhadores.

Durante esta semana é fundamental que todas as unidades do INSS debatam a construção da paralisação a partir do dia 8 de dezembro. A unidade e mobilização da categoria será determinante para obrigar a direção do INSS a nos ouvir. Fiquem atentos e participem das atividades que serão convocadas para definirmos, juntos, o rumo do nosso movimento.