Boletim da paralisação no INSS – 25/11

  1. AUDIÊNCIA COM A DIRAT: Ontem, o Diretor de Antendimento, Jobson Sales, recebeu representantes do movimento de paralisação, e tentou justificar que os pontos de reivindicação não foram atendidos no prazo. Segundo o gestor: “a administração não conseguiu atender a pauta no prazo porque não foram nomeados os responsáveis pelos estudos técnicos, como era esperado na semana passada.” Entretanto, na sexta-feira (20), a própria diretoria de atendimento havia reafirmado que atenderia a pauta até o dia 23, sem mencionar que os estudos técnicos não haviam sido sequer iniciados. Ou seja, a desculpa dada foi uma cabal demonstração da falta coerência e de respeito nas ações da direção.
  2. FÓRUM NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO DOS SERVIDORES: Servidores de todos os estados do país participaram do Fórum de Mobilização convocado pelo Mudança e Renovação ontem (24). Avaliou-se que o movimento começou forte, e com grande participação dos servidores nas redes sociais. Foi deliberada por unanimidade a continuidade da paralisação.
  3. O MOVIMENTO SE FORTALECE: Ontem também foi realizada reunião do comando de mobilização do INSS no estado de São Paulo, convocado pelo SINSPREV, que decidiu formalmente se somar a paralisação que iniciou ontem, e teve forte adesão no Estado.
  4. PRÓXIMOS PASSOS: Continuar e fortalecer a paralisação neste dia 25. A pressão dos representantes segue em Brasília, pelo atendimento da pauta. #ParalisaçãoINSS
  5. Para amanhã, dia 26/11, as 19 hs., estamos organizando um novo Fórum Nacional de Mobilização dos trabalhadores do INSS, para fazer avaliação dos 3 dias de paralisação, e definir os próximos passos. A convocação, com as orientações de acesso, será divulgada ainda hoje.

Participe do grupo nacional unificado “Mobilização Brasil 2020” no Telegram