2022- A Greve vem ai!

“Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”

Essa aqui deveria ser uma mensagem desejando Boas Festas e Feliz Ano novo para os Colegas e suas famílias, entretanto, vivemos tempos difíceis ainda em meio a Pandemia, surto de hn1/hn32, crise econômica e um Pais à deriva e para não fugir à regra do último período fomos surpreendidos com a notícia que  nos gastos públicos aprovados para 2022 na última terça-feira (21) pelo Congresso Nacional, estão previstos R$ 1,7 bilhão de recursos para bancar reajustes somente para as carreiras da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, do Departamento Penitenciário Nacional e do Ministério da Justiça.

De férias no litoral paulista, Bolsonaro se mobilizou para negociar com o relator do projeto do Orçamento, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), o reajuste para atender as categorias que concentram a maior fatia da base de apoio ao governo, deixando de fora todos os outros servidores públicos.

Os colegas da Receita Federal já iniciaram o movimento aprovando entrega coletiva de cargos e paralisação em resposta a mais esse desmando realizado pelo Governo Bolsonaro.

E cumprindo a missão premissa do Coletivo Mudança e Renovação FENASPS vimos a público convocar todos os servidores para a construção imediata da Greve, conclamando as entidades a chamarem suas assembleias e a FENASPS e demais entidades representativas dos Servidores a deflagrarem a Greve em defesa do reajuste salarial e demais pautas afetas as nossas condições de trabalho/carreira.

Aproveitamos o ensejo para deixar público para o Governo que não vamos aceitar um reajuste destinado somente a uma categoria de servidores públicos.

Se não negociar! Vamos parar!

Vamos iniciar 2022 com Assembleias de Base por todo pais e conclamos todas as entidades para uma grande plenária unificada para aprovar a Greve!

Por fim, desejamos a todos os colegas boas festas e feliz ano novo e que consigam minimamente descansar e recarregar suas energias porque o ano que se inicia será de muita luta!