Webinário define plano nacional de mobilização pela negociação das pontuações

A reunião virtual, chamada em caráter de urgência, ontem, pelo Coletivo Mudança e Renovação, contou com a participação de mais de cem servidores ativos do INSS de vários estados do país. Os presentes deliberaram através de enquete pela organização de abaixo-assinado, a realização de reuniões estaduais de mobilização e a construção do movimento “off-line”, caso a gestão não abra efetiva negociação quanto ao sistema de pontuação.

O motivo que levou à convocação em caráter de urgência de um webinário nacional foi um despacho, que veio a público nas redes sociais ontem, um dia após circular audio do Diretor de Atendimento do INSS afirmando que seria suspensa a tramitação de qualquer medida que tenha por escopo alterar o sistema de pontuações, para garantir que a discussão passasse pelo Grupo de Trabalho criado para este fim.

A divulgação do despacho demonstrou que o processo continua em tramitação, e que a gestão continua trabalhando a reformulação do sistema de pontuações à revelia da participação dos servidores. A indignação dos trabalhadores tem toda a razão de existir, afinal, não seria a primeira vez que a gestão ensaia iniciar diálogo sobre determinado assunto e, dias depois, implementa medidas de forma unilateral e totalmente na contramão do que vem sendo discutido.

A diferença agora é que os servidores não estão mais dispostos a tolerar essas manobras. Ainda mais se tratando do sistema de pontuações, que tem reflexo na quantidade de trabalho que temos que entregar mensalmente, além de ter potencial de influir na nossa remuneração mensal e na avaliação de desempenho para a GDASS. Este foi, em síntese, o recado passado por todos os servidores, de vários estados, que fizeram uso da palavra no webinário de ontem.

Frente a isso, o webinário encaminhou a organização de um abaixo-assinado nacional, pela suspensão da tramitação de qualquer medidas atinentes à metas de produção, e abertura de negociações efetivas em torno do sistema de pontuações. Além disso, foi encaminhada a realização de reuniões estaduais de mobilização, nos mesmos moldes do webinário, que devem ser organizadas em conjunto com os colegas de cada estado. O objetivo é construir o engajamento da categoria, que deve culminar na deflagração do movimento “Off-Line”, caso a gestão não abra negociações efetivas sobre as pontuações.

Salientamos a importância de construirmos este calendário de mobilização para impedirmos que a gestão passe com o rolo compressor sobre nós. Como os fatos têm comprovado, não está nada garantido que os trabalhadores terão espaço e voz na construção do sistema de pontuações. Portanto, a batalha para que o GT seja respeitado e que haja efetiva negociação sobre as metas, têm caráter estratégico!

Por isso, apelamos a todos os servidores do INSS, que se somem a nós nesta batalha, entrem em contato conosco, e nos ajudem a organizar as reuniões estaduais de mobilização.

Junto com isso, é fundamental que a categoria participe ativamente da elaboração das propostas para reestruturação do sistema de pontuações. Neste sentido, o Coletivo Mudança e Renovação abriu um canal específico para receber propostas e sugestões sobre este tema, e está organizando grupos de estudos abertos a quem quiser se somar. Participe! É fácil, basta enviar suas considerações pelo formulário abaixo.


Envie-nos suas considerações sobre as pontuações. Seja parte deste debate!