Audiência termina sem definição sobre reabertura das agências

Presidente do INSS informou que agências somente serão reabertas em 13 de julho se cumpridos todos os requisitos do protocolo sanitário. Ainda haverá reunião entre o INSS e a Secretaria de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia para definir a questão. Nova reunião entre o INSS e a FENASPS ficou marcada para amanhã, 03 de julho. Em meio à indefinição, a orientação é para que os servidores se mobilizem contra a reabertura das agências em meio à pandemia. Informações mais detalhadas na live da FENASPS, hoje, 15:30 horas.

A reunião que aconteceu hoje, entre o presidente o INSS, Leonardo Rolim, e os representantes da FENASPS, acabou sem definição se as agências serão ou não reabertas para atendimento ao público no dia 13 de julho. Na aundiência, Rolim novamente sustentou que as agencias só serão reabertas na data prevista se todos os protocolos de segurança e Epis e EPCs estiverem prontos, disponíveis e instalados;

O Diretor de Atendimento, Jobson Sales, informa que, até o momento, não tem a informações precisas de quais agencias terão condições de reabrir no dia 13. Segundo o gestor, a administração ainda está fazendo o levantamento dos decretos Estaduais, número de servidores fora do grupo de risco (portadores de comorbidades, conviventes com grupo de risco e auto declaração). Estas informações estão sendo alimentadas pelos gestores locais através do Portal Covid, e o questionário será encerrado as 18:00 do dia 03 de julho.

Após o levantamente destes dados, deverá ocorrer uma reunião entre o INSS e o Secretario de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, para avaliar essas informações e definir sobre a reabertura das unidades do INSS em 13 de julho.

Rolim salientou ainda que a Subsecretaria de Perícia Médica participou ativamente da elaboração dos protocolos de reabertura. Questionado pelos diretores da FENASPS, o gestor frisou que serão respeitados os formulários de autodeclaração como de grupo de risco dos servidores, assim como os decretos de governos locais no que se refere à lockdown e medidas de distanciamento social. O Diretor de Atendimento complementa que, antes da reabertura das unidades, a gestão fará supervisão in loco em todas as unidades, e que os resultados da vistoria serão informados no portal do Covid.

Na reunião, os diretores da FENASPS se manifestaram de forma contundente contra a reabertura das unidades em meio ao agravamento da pandemia no país, quando se avolumam o número de contaminados e de óbitos em decorrência da COVID-19. A preocupação é que as agências reabertas neste momento tendem a se tornarem focos de aglomeração de pessoas, em grande maioria do gurpo de risco, o que contribuiria para o agravamento da pandemia. Os representantes dos trabalhadores ainda salientaram preocupação em relação à medidas de segurança nas agências a serem reabertas, o que não foi sequer cogitado pela gestão. Por estas razões, foi informado que as entidades sindicais estão orientando os servidores a se manterem em trabalho remoto caso a gestão insista em reabrir as agências neste momento.

Como a gestão não tinha definição sobre a reabertura das unidades, ficou marcada nova reunião para amanhã, as 19 horas, na qual a direção do INSS deve trazer definição sobre a questão.

Diante disto tudo, reafirmamos a orientação para os trabalhadores não reabrir as unidades do INSS e se manterem em trabalho remoto. É fundamental começarmos a construir o movimento nacional contra a reabertura das unidades do INSS em meio à pandemia, seja para protegermos a nossa vida, como também por uma questão de responsabilidade social, como forma de evitar a proliferação da COVID-19. Neste momento, a plenária da FENASPS, marcada para este domingo, 5 de julho, adquire caráter central para a construção do movimento nacional.

Assista a live da FENASPS logo mais, às 15:30 horas, onde os diretores que participaram desta audiência passarão informes mais detalhados e darão as orientações para a categoria.

Pela nossa segurança, pela nossa saúde, pela nossa vida, lutar, lutar e lutar!!