Trabalhadores da saúde são presos pela PM do Rio

(Atualizada em 23/05/2020, às 15:00)

Hoje, por volta do meio-dia, a PM do Rio de Janeiro prendeu Lúcia Pádua, agente de vigilância em saúde do Ministério da Saúde e diretora da FENASPS, e Carlos Vasconcelos, médico da saúde da família e da comunidade.

Eles participavam de uma manifestação de Trabalhadores da Saúde (respeitando as orientações de distanciamento social da OMS), na Zona Norte do Rio de Janeiro, em que pediam a condições reais para que a população, principalmente os mais pobres, realmente possam ficar em isolamento social, extensão do social, ampliação da ajuda pública para pessoas de baixa renda e trabalhadores informais, e melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde, como fornecimento de EPI de qualidade e leitos para todos.

Pouco antes das 14 horas Lúcia e Carlos foram liberados sob fiança. Mas ainda terão que responder a processo criminal. Assista ao vídeo feito logo após a libertação deles, em frente à 26ª DP do Rio.

É inaceitável a forma como o governo Witzel trata os trabalhadores que estão enfrentando, na linha de frente, a epidemia, e que lutam por melhores condições de trabalho e de atendimento para toda a população.

A luta por condições de trabalho no combate a Covid-19 é de todos. Centenas de profissionais brasileiros estão morrendo porque os governos não investem em EPIs, expondo ainda mais esses trabalhadores e os pacientes aos efeitos nefastos do novo coronavírus.

É dia de Luto pelos profissionais de saúde mortos pela ineficiência do governo. É dia de Luta pelos profissionais de saúde que enfrentam diariamente o vírus e a ineficácia dos governos.

Clamamos a todos os trabalhadores em saúde do país a se somarem em solidariedade aos lutadores do Rio de Janeiro. Essas prisões arbitrárias é um ataque a todos os que estão comprometidos com a saúde pública e de qualidade para os brasileiros. A voz deles é a nossa voz!

  • Solidariedade à Lucia e Carlos! Pelo direito de lutar em defesa de um sistema de saúde digno!
  • Melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde! Pelo fornecimento de equipamentos de proteção individual e coletiva.
  • Garantia de leitos hospitalares à todos os que precisarem!
  • Ampliação dos benefícios sociais a pessoas de baixa-renda e trabalhadores informais.

Assine o abaixo-assinado