#NOTA DE REPÚDIO – ASSÉDIO MORAL


Repudiamos o assédio moral contra os (as) servidores (as) do INSS que estão sofrendo assédio em seus locais de trabalho, inclusive com instauração de PADs e/ou diminuição de pontuação na avaliação de desempenho (GDASS) com impactos salariais. Tais medidas implementadas por gerentes executivos do Estado de Minas Gerais é extremamente grave em virtude da quantidade de servidores (as) envolvidos e até o presente com fundamentações com aspectos subjetivos e sem fundamentação legal, provocando situações de desgaste emocional, comprometendo a sobrevivência dos (as) colegas e seus familiares em virtude dos descontos a serem promovidos, ainda mais no contexto de final de ano e das atividades festivas.


Em reuniões realizadas em 17/12/2018 (VEJA AQUI) foram solicitadas intervenções pelo MDS e DGP/INSS.

Por fim, manifestamos toda a nossa solidariedade (às) aos colegas que estão sofrendo assédio moral e esperamos que as medidas  sejam revertidas!

MUDANÇA E RENOVAÇÃO
*********************************