Bônus: Fatos, Boatos e a necessidade de diálogo com a categoria.

Em 02/10/2018, circulou pelas redes sociais texto apócrifo, supostamente direcionado aos Gestores do INSS, dando conta de que em 26/09/2018 ocorreu uma videoconferência com a Coordenação Geral de Gestão de Pessoas e um dos assuntos foi a questão do bônus por análise de benefícios (VEJA AQUI). 

A esse respeito, a Chapa Mudança e Renovação, que atualmente faz parte da Minoria da Direção da Fenasps, vem a público fazer as seguintes considerações:

  • É necessário que a Presidência do INSS se posicione oficialmente sobre a questão, pois é temerário que representantes da gestão do INSS divulguem informações relativas a tal assunto sem uma confirmação real dos fatos, porque isto gera expectativas, boatos sobre datas, valores, forma e abrangência, e incita crises desnecessárias;
  • É público e notório que o Presidente do INSS em Agosto de 2018 deu entrevista falando sobre o assunto e em audiência com a Fenasps já aventou a possibilidade do bônus, sem contudo apresentar nenhuma proposta oficial, se limitando a dizer que trabalhavam em uma minuta de Medida Provisória.
  • Reafirmamos a solicitação para que a Presidência do INSS apresente a referida Minuta para ser discutida com a categoria, que é quem efetivamente é responsável pelo funcionamento do INSS;
  • Sabe-se que a questão da proposta de um bônus e a possibilidade de liberação do Sisref é uma questão já apresentada pela direção central, com a intenção de impedir as aposentadorias em “massa” que poderão ocorrer a partir de 2019;
  • Avalia-se a necessidade de cautela visto que estamos em processo eleitoral, com encerramento do governo atual e provavelmente alterações na gestão do INSS;
  • Entendemos também, a urgência da discussão dos rumos da carreira no contexto de alteração dos fluxos e processos de trabalho no sentido da melhoria das condições de trabalho, de garantia de atribuições específicas e indelegáveis, de uma remuneração compatível  e de alterações  que de fato proporcionem melhorias no atendimento à população (VEJA AQUI);
  • O INSS através do o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) esta realizando estudos entre um dos propósitos é aferir a medição dos processos de trabalho com previsão de entrega do estudo em dezembro, porém não se sabe de fato quais as reais intenções desse estudo e como isso poderá impactar na vida dos servidores;
  • Lamentamos profundamente posições exaradas sem o debate e discussão com a categoria e não compactuamos com essas posições;
O diálogo com os servidores é imprescindível para construção de qualquer projeto ou mudança nos processos de trabalho.  Os servidores devem ser protagonistas nesses processos, opinar e decidir sobre tudo que afeta diretamente o seu trabalho. Nesses termos, é imperativo que a Direção do INSS proporcione um espaço real para debate.

Neste sentido, reiteramos nosso compromisso com a defesa da categoria, com a transparência, com a construção coletiva dos processos e com olhar voltado para as demandas efetivamente pleiteadas pela categoria.

Por fim, informamos que empreenderemos todos os esforços para que a minuta seja apresentada e que se abra o dialogo com a categoria.

Convidamos a todos para se mobilizarem nos locais de trabalho e somarem-se a nós na Mudança e Renovação.
MUDANÇA E RENOVAÇÃO
******