Ministério do Planejamento autoriza a realização de certame para contratação de 3500 profissionais de saúde!

Essa portaria é resultado de uma intensa luta dos trabalhadores em defesa  dos INSTITUTOS E HOSPITAIS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO.

Durante todo ano de 2017, leitos, clínicas, emergências, serviços foram fechados ou reduzido o atendimento por conta da política criminosa de Ricardo Barros de dispensar os trabalhadores contratados que compõe cerca de 40% da força de trabalho da rede federal. 

Por trás dessa política de esvaziamento, estava a intenção claramente defendida por Barros de “entregar a gestão para os Oss”. Contudo, a resistência dos trabalhadores e movimentos sociais, através da Frente em Defesa dos Institutos e Hospitais Federais foi fundamental para barrar essa política.

Foram dezenas de manifestações, atos, acusações, denúncias na impressa, no Ministério Público, Defensoria Pública, judiciário. Finalmente, a pressão deu resultado e o governo autorizou a contratação. 
Seguimos na luta pela  recomposição da força de trabalho através de concurso público pois só através dele podemos de fato evitar a  privatização e continuar ofertando a população serviços de qualidade.


NÃO AO DESMONTE DA REDE FEDERAL!

NÃO AS OSs!

Só a luta e unidade dos trabalhadores muda a vida!


COMANDO DE MOBILIZAÇÃO DA REDE FEDERAL.*

*O comando de mobilização é um movimento de base criado em fevereiro de 2017 para fazer a luta e resistência da saúde federal,  o comando tem representante de base em  todos Hospitais do Rio de Janeiro.